Grupos Produtivos em Sala de Aula


Fonte: Acervo das Aulas da Autora - Aula com Mapas Mentais Conceituais em Grupos Produtivos - 6º Ano

Os alunos apresentam diferentes saberes que são originários de suas experiências individuais, que somadas podem desenvolver novas Habilidades e Competências. Esta metodologia ativa propõe que os saberes sejam compartilhados, discutidos, confrontados e modificados, gerando novas perspectivas referente ao que ali se analisa. Segundo Allana Santos de Oliveira (2018), este método esta intimamente relacionado ao papel e ao comportamento desempenhado pelo professor e pelos alunos no contexto de ensino-aprendizagem, pois desse modo é possível obter uma inferência acerca do grau de participação de cada uma das partes em relação ao conteúdo.


Nos grupos produtivos, o professor modeliza procedimentos e comportamentos oferecendo referências dos mesmos aos alunos, ampliando o repertoria do aluno sobre o objeto do conhecimento em foco, possibilitando-lhe a exercitação colaborativa com todos da sala, constituindo progressivamente a capacidade evolvida na tarefa.


Uma das questões que mais verificamos é o questionamento em como o professor deve realizar as divisões dos grupos: para isso propomos que cada professor observe sua finalidade com a aula, quais habilidades e competências serão desenvolvidas, quais pontos tem a intencionalidade que os alunos cheguem, quais serão as etapas e ai verificaremos em como realizaremos essa organização. Você poderá trabalhar a Autonomia, deixando que eles se desenvolvam, dividir por grupos de auxílio, em que colocará alunos que maior facilidade com aqueles que tem mais dificuldade, dividir por alunos mais extrovertidos com introvertidos, organizar de diferentes formas que o resultado chegue naquilo que planejou. Basicamente já utilizei de todas as formas, inclusive, essas atividades são muitos produtivas em casos de inclusão escolar, é bem legal os resultados, desenvolvendo inclusive a Competência da Empatia.


As técnicas relacionadas à dinâmica de grupo, consiste na análise mais profunda do conteúdo proposto, sob a mediação do professor, em que os alunos realizarão uma imersão, conhecendo várias perspectivas diferentes, desenvolvendo Habilidades e Competências de forma mais holística, como demonstramos no esquema abaixo:


Fonte: Esquema criado pela Autora - Fundamentação do Método de Grupos Produtivos



Experiências confirmam que a organização da sala em em duplas ou grupos é de vital importância para o avanço na aprendizagem de maneira geral, pois ela contribui para o desenvolvimento tanto para o aluno mais experiente quanto para o menos experiente, e esse permuta de ideias acaba fazendo com que haja o cognitivo de forma integral. A sala de aula é composta de forma heterogênea (com alunos em diferentes níveis de aprendizagens e conhecimentos) e não homogênea (todos os alunos com o mesmo nível de aprendizagem e conhecimentos), desta forma o professor não é único transmissor de conhecimentos que o aluno tem, pois através da troca de informações e conhecimentos, eles acabam aprendendo uns com os outros


Os grupos produtivos podem ser utilizados para algumas situações, tais como (alguns exemplos em fotos)


- Elaboração de Mapa Mental Conceitual em Grupo

- Análise Cartográfica

- Análise Filmográfica

- Análise Estatística

- Resolução de Situações Problemas

- Interpretação Coletiva de Textos

- Elaboração e ou exploração de jogos

- Desenvolvimento de Ideias Criativas e etc.


Referências Bibliográficas


FERRREIRO, Emília; TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da Língua Escrita. Porto Alegre, Artmed, 1999.


LUCKESI, Cipriano C. Avaliação da aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez, 1995.


OLIVEIRA, Allana Santos. Grupo de Verbalização/Grupo de Observação, página 43-52, In: LEAL, Edivalda Araújo (organizadora). Revolucionando a Sala de Aula: Como envolver o estudante aplicando as técnicas de metodologias ativas de aprendizagem. Atlas, São Paulo, 2018.


SÃO PAULO, Secretaria de educação do estado. Escola de formação. Organização dos alunos para as situações de recuperação das aprendizagens: uma conversa sobre agrupamentos produtivos em sala de aula. Disponível em pdf. Acesso em 13 de setembro de 2018.